agosto 20, 2008

O nosso esporte é torcer pelo Brasil!

A cada quatro anos a estória se repete.
Eu nem lembro que é ano de Olimpíadas. Sério mesmo. Nem sei onde é! E olhe que eu me importo com esportes em geral, mesmo assim, eu não me importo com olimpíadas até dois dias antes da cerimônia de abertura, por que, nesse prazo eu já começo a me preparar para a “grande festa do esporte mundial”.
É ridículo.
Eu sou ridículo, fico tentando ajustar o horário do meu dia pra acompanhar qualquer coisa que tenha o Brasil no esquema. Até então eu nem sabia quem iria, em que esporte, nem nada. Claro, sem contar com os vôleis e futebóis.
Lá vou eu, tentar ficar acordado até mais tarde pra ver o jogo de vôlei, que depois de dois dias eu nem lembro contra quem se jogou, ou planejando acordar de madrugada pra acompanhar a ginástica artística (eu nunca acordei de madrugada pra ver nada, mas só o fato de cogitar essa idéia já me faz achar que sou um “bizonho”) e perder meu precioso e delicioso sono.
Quase sempre me emociono com as estórias dos atletas e suas vitórias, e derrotas. Sempre parece que o outro atleta, o inimigo, nunca teve a menos dificuldade pra chegar onde ele está e o único papel dele é roubar o final da brilhante estória de esforço desmedido dos guerreiros brasileiros sem apoio que chegaram aquele país tão distante (é, por que não me recordo de nenhuma Olimpíada por aqui por perto, é sempre tudo longe!).
Então, eu me pego, des-equilibrado. Sim. Por que se importar com esportes é legal, e saudável, e etc, todavia, é muito mais saudável, se cultivar o motivo pela qual a minha vida foi criada, o motivo pelo qual estou, e sou o que sou e onde estou e para onde vou.
Hã?
Pois é... Fui criado para me relacionar com Deus! (simples assim (Oi!))
Nesses 15 dias de jogos, tentei me organizar mais pra acordar de madrugada pra assistir aos embates do que, planejei gastar um bom tempo estudando a Bíblia, ou conversando com Deus, ou investindo no relacionamento com as pessoas que estão próximas a mim.
Volto a dizer que esporte é bom.
Se relacionar com Deus é melhor.
Acordar de madrugada pra fazer qualquer coisa é normal.Investir no que Deus ensina é maravilhoso.
No fim das contas, nada contra esportes, todavia... Tudo a favor de estar nos braços de Deus!

Um comentário:

leonardoaccosta disse...

Texto brilhante, Aldênio!!!!!!!!
Gostei! Agora nosso esporte é louvar a Deus!

Aquele abraço,
Léo Metal